Nota do editor: Reportagem originalmente publicada no dia 5 de setembro de 2016 e atualizada no dia 4 de setembro de 2017.

Com ondas perfeitas para todos os tipos de manobras, Trestles é de longe o pico mais conhecido da Califórnia. Espalhadas ao longo dos cinco quilômetros de extensão da praia San Onofre, cinco ondas diferentes formam o que conhecemos hoje como Trestles. O break mais famoso sem dúvidas é Lower Trestles, também conhecido como Lowers, que é palco da etapa do CT e a onda mais disputada. Ao norte de Lowers fica Uppers, com extensas direitas boas para o surf de alta perfomance, e Cottons, que quebra para a esquerda. Ao sul de Lowers ficam Middles e Church, que são picos mais para iniciantes. Toda a região faz parte de um parque estadual, mas o acesso é gratuito e feito através de trilhas.

Praia de San Onofre e a icônica linha de trem que deu origem ao nome Trestles.
Praia de San Onofre e a icônica linha de trem que deu origem ao nome Trestles.
Lower Trestles 

Lowers é extremamente consistente e funciona bem o ano inteiro. Com fundo de areia e pedras redondas (mas que ainda cortam o pés), água cristalina e direitas e perfeitas esquerdas, é de se esperar muito crowd em qualquer momento do dia, inclusive em noites de lua cheia! Apesar de competitiva, a vibe do line-up é consideravelmente tranquila e brigas não são tão comuns. A onda aqui raramente fecha, e ondulações de sul são ideais. Swells de sudoeste e oeste também podem ser uma boa pedida.

Trestles. Crédito: WSL / Sean Rowland
Lower Trestles é uma verdadeiro skatepark, com rampas para todos os lados. Crédito: WSL / Sean Rowland
Campeonato

Pelo fato de Lower Trestles ser muito frequentado e fazer parte de um parque estadual, existem uma série de restrições quanto a realização de campeonatos lá: somente eventos profissionais podem exceder cinco dias de competição; só é permitido usar um dia do final de semana (o outro tem de ficar livre para o público); e cada dia de competição não pode passar de nove horas.

A janela do Hurley Pro Trestles 2016 tem início nesta quarta-feira, dia 6, e segue até o dia 17. A disputa da etapa do circuito mundial feminino acontecerá simultaneamente.

Trestles. Crédito: WSL / Jimmy Wilson
Trestles em um dia de ondas “fun-size”. Foto: WSL / Jimmy Wilson
Previsão

Os primeiros dias de competição devem ter condições fracas, com ondas pouco acima altura do joelho. As ondas parecem que são vão melhorar na segunda metade da janela de espero do evento, ganhando tamanho com a entrada de um swell de sul. A previsão parece mais promissora para os dias 11 e 12 de setembro, ganhando ainda mais tamanho nos últimos dois dias do período de espera.

Foto de capa: WSL / Sean Rowland

COMPARTILHE